Colômbia voltará a abater aviões de traficantes

O secretário de Defesa dos EUA, Donald Rumsfeld, anunciou que seu governo aprovou a retomada do programa para a interceptação e derrubada de aviões utilizados pelo narcotráfico na Colômbia. Rumsfeld fez esta revelação a um jornalista da Associated Press que viajou com ele no vôo que o levou de Washington a Bogotá. Espera-se que o secretário de Defesa amplie a informação em uma entrevista, depois de se encontrar com o presidente Alvaro Uribe.O programa de interceptação de aviões do narcotráfico foi suspenso em abril de 2001 por Washington, logo depois que o avião de um missionário americano foi derrubado por aviões peruanos que aturaram com base em dados fornecidos pelos americanos. Morreram duas pessoas. A ministra colombiana de Defesa, Martha Lucía Ramírez, que também se reunirá com Rumsfeld, classificou como "indispensável" este programa de controle aéreo para atacar a indústria das drogas na Colômbia.O novo acordo entre Washington e Bogotá consideraria procedimentos mais estritos para identificar e interceptar os aviões do narcotráfico. A decisão de usar a força recairia sobre os colombianos, enquanto que os americanos ficariam a cargo das informações técnicas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.