Colombiano morre ao tentar desativar carro-bomba

Um especialista em desativar carros com explosivos morreu ontem ao tentar desativar uma bomba contendo 10 quilos de dinamite dentro de um carro abandonado em uma estrada no nordeste da Colômbia, informou hoje a polícia local. Edwin Ortega, de 30 anos, havia desativado outro veículo cinco minutos antes de tentar a desativação no carro-bomba estacionado numa estrada no departamento (estado) Norte de Santander, na fronteira oriental com a Venezuela, disse o coronel Carlos Barragán, comandante da polícia na região. Segundo Barragán, o veículo foi acionado por controle remoto pelos insurgentes. Ortega ia ser condecorado hoje por seu trabalho.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.