Colombianos votam sob temor de atentados

COLÔMBIA

, O Estadao de S.Paulo

15 de março de 2010 | 00h00

As eleições legislativas de ontem na Colômbia ocorreram em clima de apreensão. Um suposto guerrilheiro das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) morreu ao manipular um carro-bomba na região de Antioquia. Em Arauca, na fronteira com a Venezuela, outro carro-bomba foi desativado. Segundo autoridades, o objetivo dos atentado era atrapalhar as eleições. O carro-bomba de Arauca estava a poucos metros de um posto de votação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.