REUTERS/Wolfgang Rattay
REUTERS/Wolfgang Rattay

Colônia retira 20 mil moradores para desativar bomba da 2.ª Guerra

Operação foi a maior do tipo registrada na cidade desde o fim da guerra; dois bairros inteiros foram esvaziados pelas autoridades

O Estado de S. Paulo

27 de maio de 2015 | 13h03

BERLIM - Cerca de 20 mil moradores de Colônia foram retirados de suas casas nesta quarta-feira, 27, em cumprimento a uma ordem municipal para que especialistas desativem uma bomba da 2.ª Guerra encontrada na cidade.

Trata-se da maior remoção de pessoas registrada em Colônia desde o final do guerra, embora estes tipos de operações sejam até frequentes na Alemanha. Na semana passada, 31 mil moradores de Hannover tiveram que deixar suas casas para a desativação de um bomba de 250 quilos.

Segundo explicou nesta quarta-feira a Prefeitura de Colônia, a retirada começou às 9h local (4h, em Brasília) e afetou os bairros de Riehl e Mülheim, incluindo uma residência de idosos da qual foram desalojadas cerca de mil pessoas. Os colégios situados nesses bairros e o zoológico permaneceram fechados.

Por volta das 14h (hora local) e após sobrevoar com um helicóptero a área de um quilômetro quadrado ao redor da bomba, as autoridades municipais, que colocaram à disposição dos moradores distintas instalações, deram o sinal verde à desativação da bomba.

Foi anunciada então a paralisação do tráfego aéreo sobre a zona e do tráfego fluvial no lance do Reno próximo ao local e o início do processo. Depois que a bomba foi desativada com sucesso, a Prefeitura liberou as ruas para o tráfego e deu verde aos residentes para que retornassem a suas casas.

A maior retirada de pessoas na Alemanha para garantir a segurança dos moradores após ser detectada uma bomba da 2.ª Guerra aconteceu em 2011 em Koblenz, onde 45 mil pessoas tiveram que abandonar suas casas. / EFE

Tudo o que sabemos sobre:
AlemanhaColônia2ª Guerra

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.