Colonos brasileiros no Paraguai pedem ajuda de Lula

Cerca de 40 colonos brasileiros dedicados à plantação de soja no Paraguai pediram hoje a atuação do presidente Luiz Inácio Lula da Silva como mediador de uma crise na qual camponeses sem-terra impedem o plantio e a colheita. Paulo Schuster, proprietário de uma fazenda em Santa Rosa del Monday, no Estado paraguaio de Alto Paraná, 400 quilômetros ao leste de Assunção, disse a uma rádio local que os colonos acreditam que devem ser "socorridos" pelo governo brasileiro.Schuster, porta-voz de um grupo de algumas dezenas de colonos, disse que o pedido de mediação a Lula foi entregue ao prefeito de Foz do Iguaçu, no Paraná, que faz divisa com Alto Paraná. Nenhum porta-voz do governo paraguaio se manifestou sobre o assunto.Por sua vez, Ernesto Benítez, um dos líderes do movimento de esquerda Produtores de São Pedro-Norte, disse ontem, durante um painel organização pela Universidade Católica de Assunção, que o grupo vai "recuperar a soberania paraguaio, expulsando os invasores brasileiros".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.