Colonos judeus atacam agricultores palestinos na Cisjordânia

Colonos judeus da Cisjordânia atacaram nesta quarta-feira um grupo de agricultores palestinos, ferindo pelo menos quatro deles, informaram autoridades locais.Os colonos atacaram os fazendeiros com pedras e barras de metal em mais um episódio de violência que se repete todos os anos, especialmente durante a época de colheita de olivas.Ibrahim Salah contou que cerca de 30 integrantes de sua família estavam a caminho de seus campos de cultivo a oeste da cidade cisjordaniana de Nablus quando um grupo de aproximadamente 50 colonos apareceu.De acordo com ele, a maior parte dos colonos judeus levava consigo pedras e barras de metal, mas alguns deles portavam armas de fogo. Basel Salah, filho de Ibrahim, foi atingido na cabeça com uma barra de metal e foi levado a um hospital próximo.Mais quatro pessoas sofreram escoriações superficiais, sendo três agricultores palestinos e um colono judeu, disseram testemunhas do incidente.Soldados israelenses apareceram pouco depois do incidente e dispersaram a multidão. Basel Salah foi socorrido num jipe do Exército de Israel. Não há informações sobre suas condições de saúde.O incidente ocorreu perto de Havat Gilad, um dos dezenas de postos avançados ilegais de assentamentos judaicos que o governo israelense prometera desmantelar.Micky Rosenfeld, porta-voz da polícia israelense, disse que os fazendeiros palestinos não coordenaram a ida ao campo com as autoridades nem contrataram uma escolta, como é comum na época de colheita.Os persistentes ataques de colonos judeus nos últimos anos levaram o Exército de Israel a oferecer proteção aos agricultores palestinos na época de colheita. A combalida economia palestina depende amplamente da colheita de azeitonas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.