Nasser Ishtayeh/AP
Nasser Ishtayeh/AP

Colonos judeus entram em choque com palestinos

Confrontos ocorrem no momento em que Autoridade Palestina tenta reconhecimento na ONU

Agência Estado

20 Setembro 2011 | 15h14

RAMALLAH - Colonos israelenses e camponeses palestinos entraram em choque nesta terça-feira, 20, e trocaram pedradas, um dia após funcionários da Autoridade Palestina (AP) terem dito que os colonos de Israel queimaram dezenas de hectares de terras cultivadas e cortaram centenas de oliveiras, figueiras e amendoeiras.

 

Veja também:

lista A busca pelo Estado palestino

lista GUSTAVO CHACRA: O Estado palestino

lista ENTENDA: O que os palestinos buscam na ONU
especialESPECIAL: As disputas territoriais no Oriente Médio

 

Os choques ocorreram em um período bem sensível, em que o presidente da AP, Mahmoud Abbas, está em Nova York, onde deverá pedir o reconhecimento e a adesão do Estado palestino à Organização das Nações Unidas (ONU) na sexta-feira. A Cisjordânia, onde vivem os colonos de Israel, é um território palestino ocupado após 1967. Funcionários do governo de Israel temem que o pedido na ONU leve à violência à região.

 

Muitos colonos israelenses são radicalmente contrários a um Estado da Palestina e alguns planejam marchas em três locais da Cisjordânia, mais tarde nesta terça-feira. "Esta é a nossa terra e nenhum Estado palestino será estabelecido aqui", disse o organizador de uma das manifestações, Boaz Haetzni, que vive no assentamento de Kirytat Arba, perto da cidade palestina de Hebron, a maior da Cisjordânia. As informações são da Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.