Columbia parte sob forte esquema de segurança

O ônibus espacial Columbia partiu hoje do Cabo Canaveral, na Flórida, para uma missão de reparos no telescópio espacial Hubble. O lançamento foi cercado por um grande esquema de segurança para evitar um possível ataque terrorista. Aviões-caça F-15 patrulhavam os céus de toda a região da Flórida. Além disso, os vôos de aviões comerciais foram proibidos em um raio de 55 quilômetros da plataforma de lançamento.A Columbia deveria ter partido ontem, mas a Nasa adiou o lançamento por causa das baixas temperaturas registradas na região. A missão - de número 108 do programa Shuttle - levará 11 dias, e é a quarta destinada à manutenção do Hubble, em órbita há 12 anos.Segundo o plano de vôo, o telescópio será tirado do espaço, no domingo, com o uso de um braço mecânico para ser colocado na plataforma de trabalho, na parte posterior da Columbia, onde os sete astronautas farão os reparos. Toda a operação custará US$ 172 milhões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.