Maxim Shipenkov/EFE
Maxim Shipenkov/EFE

Com 3 a bordo, nave russa Soyuz aterrissa sem problemas

Tripulantes permaneceram no espaço um total de 176 dias, em missão na Estação Espacial Internacional

Efe

25 de setembro de 2010 | 03h36

MOSCOU - A cápsula da nave Soyuz TMA-18, com os russos Aleksandr Skvortsov e Mikhail Kornienko e a americana Tracy Caldwell-Dyson a bordo, aterrissou nesta sexta-feira sem contratempos nas estepes do Cazaquistão, informou o Centro do Controle de Voos (CCVE) da Rússia. A nave estava acoplada à Estação Espacial Internacional (ISS).

 

"A aterrissagem transcorreu de acordo com o programado. Segundo os primeiros dados, os tripulantes (da Soyuz) estão bem", disse um porta-voz do CCVE, citado pela agência russa "RIA-Nóvosti". Quinze aviões e helicópteros participaram do controle de desembarque da nave espacial.

 

A cápsula chegou à Terra, como estava previsto, às 2h23 (de Brasília), em uma região ao sudeste da cidade cazaque de Arkalyk, onde a esperavam as equipes de resgate.

 

Seus três tripulantes permaneceram no espaço um total de 176 dias, um a mais que o previsto, devido a uma falha técnica que obrigou a adiar em 24 horas seu retorno à Terra.

 

Na sexta-feira, um falso alarme fez com que a primeira manobra de desenganche da Soyuz da ISS fosse cancelada, no primeiro incidente como esse na história da exploração da plataforma orbital.

 

A agência espacial russa, Roscosmos, informou que um dos alarmes indicava falta de hermetismo da nave Soyuz, o que foi descartado depois de rigorosas revisões.

 

Este é o segundo incidente em menos de três meses com uma nave espacial russa, que se acopla ou se separa do ISS: em 4 de julho deste ano, fracassou a manobra de acoplagem da nave de carga Progress M-06M, devido a uma falha de seus sistemas automatizados de abordagem e anzol.

 

Enquanto a Soyuz TMA-18 era recebida no Cazaquistão, no Centro de Treinamento Cosmonauta em Moscou, Yuri Gagarin dava adeus aos membros da próxima expedição a que partirá para a ISS em 8 de outubro a bordo da nova nave Soyuz TMA-01M.

 

A tripulação titular era composta dos russos Alexander e Skrípochka Oleg Kareli, além do norte-americano Scott Kelly, enquanto os suplentes eram os russos Sergey Volkov e Oleg Kononenko, e Ronald Garan, também dos EUA.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.