Com 52%, Obama fica 9 pontos à frente de McCain

A crise financeira e o crescente pessimismo em relação à economia norte-americana tem dado um empurrão para o candidato democrata Barack Obama na disputa pela Casa Branca. O senador por Illinois aparece com nove pontos porcentuais de vantagem sobre o rival, o republicano John McCain, em uma pesquisa divulgada hoje pelo The Washington Post e pela ABC News. Obama está com 52% e McCain, com 43%. Apenas 9% dos entrevistados consideram a situação da economia do país como "boa ou excelente". É a primeira vez desde 1992 que a avaliação do desempenho econômico atinge apenas um dígito, indicou o Post.Para apenas 14% dos consultados o país caminha na direção correta. É o índice mais baixo desde 1973. Já em relação ao candidato que estaria mais preparado para lidar com a crise financeira, Obama vence com 53%, ante 39% do rival. Outra pesquisa publicada hoje, do Los Angeles Times e da Bloomberg, mostra Obama como o mais capaz de lidar com a crise para 48%. McCain aparece como o mais habilitado nesse setor para 35% dos pesquisados.A pesquisa Washington Post/ABC entrevistou 1.082 pessoas, entre 19 e 21 de setembro, e tinha margem de erro de três pontos porcentuais. Já a Los Angeles Times/Bloomberg ocorreu durante o mesmo período, consultando 1.428 pessoas, com margem de erro de três pontos. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.