Raul ARBOLEDA / AFP
Raul ARBOLEDA / AFP

Com aumento de casos, Bogotá determina novo lockdown

Capital de oito milhões de habitantes concentra um terço dos casos no país

Redação, O Estado de S.Paulo

10 de julho de 2020 | 15h46

BOGOTÁ - A capital da Colômbia, Bogotá, aumentou o nível de alerta para a disseminação do novo coronavírus, que está sobrecarregando o sistema de saúde da cidade, e vai determinar uma quarentena em várias áreas da cidade, anunciou a prefeitura nesta sexta-feira, 10. Bogotá é o epicentro da pandemia no país de 48 milhões de habitantes. 

A partir de segunda, a cidade de oito milhões de habitantes entrará em uma fase de "alerta laranja" e o sistema de terapia intensiva em alerta vermelho, informou a prefeita Claudia López. A ideia é reduzir o movimento de pessoas em turnos de 14 dias até 23 de agosto. A prefeitura espera que 2,5 milhões de pessoas fiquem em casa com as novas medidas.

Bogotá tem 32% dos casos de contaminação e 20% das mortes - 42.300 e 953, respectivamente. Nas últimas semanas, o governo de Iván Duque, pressionado pelo colapso da atividade econômica, relaxou as medidas de isolamento, o que aumentou a velocidade do contágio em Bogotá. "Em agosto, teremos o maior número de pessoas infectadas", disse a prefeita. As mortes no país chegaram a 4.714 e as contaminações superam 133 mil. 

Nesta sexta-feira, a cidade mais populosa da Colômbia chegou a 85% de ocupação das unidades de terapia intensiva habilitadas para enfrentar a pandemia, cujo atual epicentro é a América Latina e o Caribe. Brasil, México, Peru e Chile são os países mais atingidos na região.

Nesse período de medidas rigorosas, o governo local fornecerá ajuda financeira e alimentos para os mais necessitados, além de aumentar os testes e a vigilância policial, disse López. "Vamos nos cuidar para ultrapassar o pico do contágio, não vamos mais adiar". / AFP 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.