Com módulo europeu a bordo, Atlantis prepara lançamento

Os técnicosencarregados da base de lançamento do cabo Canaveral (EUA)começaram a abastecer o ônibus espacial Atlantis naquinta-feira preparando-o para a missão de 11 dias durante aqual um módulo europeu de laboratório será acoplado à EstaçãoEspacial Internacional (ISS na sigla em inglês). Sem problemas técnicos pendentes e com a meteorologiaprevendo condições climáticas favoráveis, os dirigentes da Nasa(agência espacial dos EUA) autorizaram o lançamento do Atlantisàs 16h31 EST (19h31, horário de Brasília), desde o CentroEspacial Kennedy, na Flórida. Dentro do compartimento de carga do ônibus espacial viajaráa maior contribuição da Agência Espacial Européia (ESA) para aISS (um projeto de 100 bilhões de dólares) --um módulo de 8,2metros de comprimento e 4,6 metros de diâmetro chamadoColumbus. Há mais de cinco anos, a ESA aguarda pacientemente pelachegada desse dia. O lançamento do Columbus foi adiado quando aNasa cancelou as missões de sua frota de ônibus espaciais comoresposta ao desastre de 2003 com o Columbia. O Columbus é "nossa viga mestra, nosso bebê, nosso módulo,nosso laboratório", afirmou Alan Thirkettle, gerente da ESApara a estação espacial. O módulo consegue armazenar dez compartimentos do tamanhode cabines telefônicas para a realização de experiências. Em umdeles, chamado Biolab, devem ser feitas pesquisas commicróbios, células, pequenas plantas e insetos. Se for lançado conforme o previsto, o Atlantis deve chegarà ISS no sábado para dar início a uma missão de construção deuma semana. O Columbus deverá ser o segundo módulo-laboratórioda estação e a primeira base permanente da Europa no espaço.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.