Comandante da Al-Qaeda é morto no sul do Iêmen

O braço da Al-Qaeda no Iêmen informou que um dos comandantes locais morreu em decorrência de ferimentos sofridos durante um ataque do exército iemenita e de aviões teleguiados norte-americanos na semana passada.

AE-AP, Agência Estado

03 Maio 2014 | 20h48

Segundo mensagem veiculada no Twitter, Ali bin Likra al-Kazimy morreu no sábado na cidade de Mahfad, localizada na região montanhosa ao sul do país. Autoridades do governo confirmaram a morte de al-Kazimy.

O exército iemenita, apoiado por aviões teleguiados dos EUA e tribos locais, recentemente lançou uma campanha para tirar a Al-Qaeda das províncias de Abyan e Shabwa, no sul do país. Os EUA consideram o braço da Al-Qaeda no Iêmen como o mais perigoso do mundo. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
IÊMEN AL-QAEDA MORTE

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.