Comandante da polícia israelense renuncia

O comandante da polícia de Israel, Moshe Karadi, renunciou ao posto, depois que uma comissão governamental determinou que ele não deveria seguir no cargo, por conta de seu envolvimento num escândalo com figuras do submundo. Karadi anunciou sua intenção de deixar o cargo durante uma entrevista coletiva, no quartel-general da polícia em Jerusalém. Ele disse que a data de sua saída será definida pelo governo.A comissão que pediu a saída de Karadi, encabeçada por um juiz, criticou o comandante e outros altos oficiais pela forma como lidaram com um caso de homicídio, além de outras violações envolvendo uma conhecida quadrilha criminosa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.