Comandante diz que 160 talebans foram executados

Cerca de 160 combatentes fundamentalistas capturados pelas forças fiéis a Gul Agha, ex-governador mujaidin de Kandahar, foram executados na semana passada em Takhta Pol (entre Kandahar e a fronteira com o Paquistão) diante dos militares norte-americanos, informou hoje um comandante mujaidin.A fonte, que pediu para não ser identificada, informou que o grupo de talebans havia recusado a se entragar. "Fizemos todo o possível para convencê-los a se render antes de lançarmos nosso ataque. Pedimos várias vezes, citamos o Corão e oferecemos, inclusive, dinheiro," disse o comandante."Mas eles responderam com arrogância, e não tivemos escolha. Executamos cerca de 160 talebans que havíamos capturado. Eles foram alinhados e cinco ou seis de nossos combatentes dispararam com armas ligeiras", disse o comandante, acrescentando que entre os mortos haviam alguns paquistaneses. O comandante afirmou também que sete ou oito militares norte-americanos, que haviam filmado o ataque à cidade, tentaram, em vão, evitar as execuções.Leia o especial

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.