Comandante do Taleban é preso no Afeganistão

Fontes do governo do Afeganistão disseram que um dos mais importantes líderes da milícia Taleban, o mulá Dadullah, foi preso por tropas internacionais na província de Kandahar, no sul do país. As autoridades não deram detalhes da captura, mas afirmaram que o mulá segue detido pelas forças da coalizão liderada pelos Estados Unidos.Dadullah era um dos dez homens que compunham o conselho do Taleban que governava o Afeganistão antes da invasão aliada, em 2001. Ele ainda é o principal comandante militar da organização e um dos aliados mais próximos do mulá Omar, o maior líder do grupo.O mulá também estava na lista dos mais procurados pelos Estados Unidos desde que conseguiu escapar dos bombardeios aliados no norte do Afeganistão, em 2001.SobreviventeO mulá Dadullah sobreviveu a vários ataques, tendo perdido a perna em um confronto. A certa altura, chegou-se a acreditar que ele tinha sido morto. As autoridades dizem que ele está por trás de muitos incidentes violentos recentemente registrados no sul do país, para onde foram deslocadas tropas da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan).Em 2003, em uma entrevista exclusiva à BBC, o mulá Dadullah afirmou que o Taleban esperava retomar o poder no Afeganistão."O Taleban vai lutar até que os judeus e os cristãos sejam expulsos do Afeganistão", disse ele, na ocasião. Em dezembro do ano passado, uma corte do Paquistão sentenciou o mulá à prisão perpétua pela tentativa de assassinato do político conservador islâmico Maulana Mohammad Khan Sherani, em 2004.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.