Comandante rebelde checheno é detido no sul da Rússia

O serviço secreto russoanunciou hoje a captura de um comandanterebelde supostamente envolvido em recentes atentados e acusadode estar planejando outros. Ibrahim Israpilov foi detido na terça-feira perto deYessentuki com 20kg de explosivos, diversos detonadores porcontrole remoto, granadas e armas de fogo, informou a imprensarussa, citando o Serviço de Segurança Federal (FSB, porsuas iniciais em russo). Yessentuki foi palco de um atentado suicida perpetrado contraum trem em 5 de dezembro, dois dias antes das eleiçõesparlamentares russas. A ação extremista causou a morte de 46pessoas. Nikolai Patrushev, diretor do FSB, disse à imprensarussa que Israpilov era suspeito de envolvimento em atentadoscontra trens. Enquanto isso, nos mais recentes atos de violência naconturbada república da Chechênia, cinco soldados russosmorreram e 13 ficaram feridos em ações rebeldes e explosões deminas terrestres durante as últimas 24 horas, informou uma fonteligada à administração chechena pró-Rússia. Por sua vez, as forças russas anunciaram a captura de doiscombatentes nas montanhas do Daguestão, onde forças rebeldesassassinaram nove agentes de fronteira em uma ação na semanapassada. Depois de uma semana de operações de busca contra os suspeitos, tropas russas detiveram um total de 35 suspeitos e mataram 15supostos rebeldes no Daguestão, revelou um comandante militar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.