Comandante russo na Geógia sofre atentado

O comandante das forças russas na antiga república soviética da Geórgia foi ferido na explosão de uma bomba, disseram oficiais. O general Alexander Studenikin foi levado a um hospital mas não corre risco de vida, informou o subprocurador georgiano Kakha Koberidze. Segundo ele, a bomba foi detonada por controle remoto quando o general andava do quartel-general das tropas russas até sua casa na capital, Tbilisi. O ataque, acrescentou, ocorreu no território sob controle russo.O Ministério da Defesa russo confirmou que Studenikin foi ferido numa explosão. A Rússia mantém duas bases e mais de 5.000 homens na Geórgia, remanescentes da era soviética, quando a república era um elemento-chave na estratégia militar do Kremlin. Depois do colapso da União Soviética, a Rússia retirou tropas de duas outras bases, e a Geórgia tem pressionado por uma retirada das duas restantes.Georgianos temem que Moscou possa usar as bases para apoiar o líder rebelde da província de Adzharia, que se recusa a ceder qualquer poder para as autoridades centrais georgianas. Uma das bases russas está localizada em Adzharia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.