Comando militar americano confirma envio de reforços ao Iraque

O comando militar dos Estados Unidos confirmou nesta terça-feira que enviará cerca de 1.500 homens de suas forças estacionadas no Kuwait para a volátil província de Anbar, no oeste do Iraque. As tropas irão ajudar as autoridades locais a estabelecer a ordem na região.A decisão, antecipada pelos principais jornais americanos, acontece em meio a uma queda de braços dentro do governo de coalizão iraquiano pelo controle dos Ministérios do Interior e da Defesa. As pastas são responsáveis pelo comando das forças de segurança do Iraque.A 1ª Divisão Blindada conta com uma brigada que está estacionada no Kuwait há vários meses, e pode ser convocada como força de reserva para ampliar as tropas presentes no Iraque. Um dos batalhões desta brigada já havia se deslocado para Bagdá em março, com o objetivo de reforçar a segurança da capital até a formação do novo governo nacional.Em um ano de eleições legislativas, a administração Bush vem sendo pressionada para iniciar a retirada dos cerca de 130 mil soldados americanos atualmente no Iraque.Os dois batalhões da 2ª Brigada da 1ª Divisão Blindada foram deslocados após uma ordem do mais alto comandante do exército americano no Iraque, o general George W. Casey Jr. A decisão foi tomada em conversas com outros oficiais presentes no Iraque e líderes do Pentágono. "Atualmente, a situação em toda a província de Anbar é desafiadora, mas não representa a situação da segurança em todo o país", ressalvou a porta-voz da coalização militar, coronel Michelle Martin-Hing.A província de Anbar é o principal reduto da insurgência iraquiana, e vai do oeste de Bagdá à fronteira síria. Em um comunicado divulgado nesta terça-feira, o comando militar americano no Iraque descreveu o deslocamento como uma medida de curto prazo, mas não especificou seu tempo de duração. Cerca de 600 homens dessa mesma brigada, que conta com ao menos 3.500 militares, já estão em Bagdá.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.