Combate ao terrorismo será tema da cúpula da Apec

A reunião de cúpula dos países membros da Cooperação Econômica Ásia-Pacífico (Apec) que começa amanhã em Cabo São Lucas, no México, terá como tema prioritário o combate ao terrorismo, com a adoção, por parte dos participantes, de medidas para aumentar a segurança do comércio internacional e do transporte aéreo.Participam, entre outros líderes regionais, o presidente americano, George W. Bush, o primeiro-ministro japonês, Junichiro Koizumi, o presidente sul-coreano, Kim Dae-jung, e o presidente chinês Jiang Zemin. O presidente russo, Vladimir Putin, cancelou sua viagem por causa do ataque de rebeldes chechenos a um teatro de Moscou.Bush pretende também debater com os colegas sul-coreano e japonês os efeitos do programa nuclear norte-coreano sobre a segurança internacional. Kim e Koizumi já deixaram claro a intenção de Seul e Tóquio de manter a atual política de aproximação com Pyongyang.Na reunião preliminar de dois dias entre os chanceleres e ministros das Finanças dos países da Apec (encerrada hoje) a situação econômica mundial cedeu lugar à luta antiterrorista. Os chanceleres assinaram uma declaração conjunta de apoio ao drástico plano americano - uniformização dos sistemas de informação das alfândegas, fixação de selos eletrônicos nos contêineres, intensificação da vigilância e fiscalização de bagagens nos aeroportos e reforço das cabines de vôo.Numa reunião paralela, empresários dos países da Apec manifestaram preocupação com o aumento das medidas de segurança, argumentando que podem prejudicar o comércio num mundo cada vez mais globalizado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.