Combate com separatistas da Caxemira causa quatro mortes

Um civil e três militares morreram na noite de quinta-feira na Caxemira indiana após uma emboscada de supostos separatistas islâmicos e uma posterior troca de tiros, informou nesta sexta-feira uma fonte oficial.A emboscada foi armada no distrito de Pulwama, ao sul de Srinagar, capital do estado de Jammu e Caxemira, no norte do país.Durante o fogo cruzado, um civil morreu, segundo a fonte, citada pela agência indiana PTI.Índia e Paquistão estabeleceram em 1948 uma "linha de controle" como fronteira provisória na região da Caxemira, cuja independência ou anexação ao Paquistão é reivindicada por grupos separatistas islâmicos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.