Combate entre facções na Índia deixa 12 guerrilheiros mortos

Membros de grupos rivais se enfrentaram com armas automáticas; uma pessoa ficou ferida

Efe,

04 de junho de 2008 | 06h34

Doze guerrilheiros morreram e um outro ficou ferido em um combate entre facções rivais ocorrido nesta quarta-feira, 4, na região de Nagaland (nordeste da Índia), segundo informou a Polícia. O enfrentamento ocorreu no povoado de Keloshe, quando membros de duas facções do grupo Congresso Nacional Socialista de Nagaland (NSCN) se enfrentaram com armas automáticas. "O tiroteio envolveu as facções Isak Muivah (NSCN-IM) e Unificação (NSCN-U), e continuou durante quatro horas", relatou o chefe de Polícia da cidade de Dimapur, Liremo Lotha. No mês passado, outros 12 militantes do NSCN-U morreram em um combate similar ocorrido próximo ao mesmo povoado. O Unificação foi criado no ano passado, como cisão da facção Isak Muivah, e em 2008 cerca de 50 insurgentes morreram em choques entre os dois grupos armados. "Não podemos dizer ainda a que grupo pertenciam os insurgentes falecidos", declarou Lotha. A facção Isak Muivah assinou um cessar-fogo com o Governo indiano em 1997, e participa atualmente de um processo de paz com o qual o Unificação não está de acordo. O NSCN luta pela independência da região de Nagaland e de vários territórios adjacentes. Existe ainda uma terceira facção, liderada por S.S. Khaplang (NSCN-K), que assinou um cessar-fogo no ano de 2001, embora ainda não tenha iniciado conversas de paz com o Governo indiano.

Tudo o que sabemos sobre:
Índiaguerrilha

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.