Combates deixam 14 guardas mortos no Irã

Homens armados mataram 14 guardas em combates na fronteira do Irã com o Paquistão na noite de ontem, informou a agência oficial de notícias iraniana IRNA neste sábado.

Agência Estado

26 de outubro de 2013 | 07h53

Autoridades do Irã investigam se os responsáveis pelo ataque seriam traficantes de drogas ou militantes oposicionistas, ambos grupos que têm emboscado soldados iranianos ocasionalmente.

Os combates ocorreram numa região montanhosa próxima a Saravan, cidade no sudeste do Irã fronteiriça ao Paquistão. Segundo a IRNA, cinco outros guardas ficaram feridos no ataque.

Em represália às mortes no ataque, o governo iraniano executou na manhã de hoje 16 "rebeldes" de um grupo armado não especificado, de acordo com a agência de notícias semioficial Fars. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Irãviolência

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.