Combates em província separatista deixa 13 mortos na Indonésia

Duros combates entre separatistas e soldados da Indonésia na província de Aceh deixaram nesta quarta-feira 13 mortos, no terceiro dia de uma ofensiva do exército, disse um porta-voz rebelde.Tengku Agam, porta-voz do Movimento pela Liberdade de Aceh, disse que as 13 pessoas, entre eles 10 civis, morreram durante um ataque a cerca de dois quilômetros ao leste da cidade de Bireun.Um porta-voz militar confirmou a operação militar, mas se negou a dar detalhes sobre o número de mortos.A indonésia enviou mais de mil homens da tropa de elite do Exército à província de Aceh para conter um foco rebelde. É a maior operação do gênero desde a invasão do Timor em 1975.Aviões de combate atacaram nesta segunda-feira um acampamento rebelde na província de Aceh, iniciando uma ofensiva militar horas depois do fracasso de negociações de paz em Tóquio.As conversações em Tóquio fracassaram quando o grupo rebelde recusou as exigências do governo de país de um cessar-fogo, de abandonar as intenções separatista e aceitar uma autonomia regional.O presidente Megawati Sukarnoputri assinou neste domingo à noite um decreto no qual autoriza a guerra na província, rica em gàs natural e petróleo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.