Combates entre guerrilha e direita matam 11 na Colômbia

Três integrantes das Farc e três da ELN morreram em choques com ex-paramilitares

Agencia Estado

18 Junho 2007 | 11h59

Pelo menos seis guerrilheiros de esquerda e quatro integrantes de bandos de direita, formados por egressos das milícias paramilitares, morreram em combates contra o Exército na Colômbia, nesta quarta-feira, 13, informou o governo colombiano.Três guerrilheiros das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), morreram em um combate com patrulhas do Exército nos departamentos (estados) de Bolívar e Arauca, no norte e leste do país. Em outro choque, desta vez entre o Exército e a guerrilha de esquerda Exército de Libertação Nacional (ELN), morreram três guerrilheiros, na zona rural de Dibulla, no litoral do Caribe, 660 quilômetros ao norte de Bogotá. "Os guerrilheiros extorquiam dinheiro dos habitantes de Dibulla", afirmou o comunicado militar. O governo não informou onde os ex-paramilitares de direita foram mortos.Segundo o governo, um soldado morreu nos choques com as guerrilhas. Na terça-feira, o governo colombiano informou a morte de três militares e quatro guerrilheiros das Farc.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.