Combates entre insurgentes anti-Assad e curdos matam 56 em uma semana

Pelo menos 56 pessoas morreram em uma semana de confronto entre rebeldes sírios e membros da minoria curda no nordeste da Síria. Os rebeldes há quase dois anos lutam para derrubar o regime de Bashar Assad, e os curdos, há décadas reprimidos por Damasco, tentam usar a guerra para conquistar autonomia.

O Estado de S.Paulo

23 de janeiro de 2013 | 02h03

O Observatório Sírio de Direitos Humanos diz que os rebeldes anti-Assad estão usando tanques e granadas de morteiros contra as forças curdas. Enquanto os rebeldes sufocam as forças governamentais a oeste e ao sul, os curdos, cerca de 10% da população síria, aproveitam o vácuo para montar escolas e centros culturais em sua língua, além de instituir corpos policiais e milícias armadas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.