Combates intensos atingem áreas rebeldes em Alepo

Confrontos entre tropas do governo e rebeldes continuam atingido as áreas controladas pelos oposicionistas na cidade sitiada de Alepo nesta quinta-feira. Enquanto isso, o Irã, aliado chave do regime do presidente Bashar Assad, realiza um encontro para discutir soluções para o conflito.

AE, Agência Estado

09 de agosto de 2012 | 12h05

O regime continuou o assalto em Alepo, a maior cidade e centro comercial da Síria, pelo segundo dia. A agência de notícias estatal afirmou na quarta-feira que as forças do governo retomaram o controle sobre o distrito de Salaheddine, a principal área rebelde em Alepo. Mas ativistas dizem que os oposicionistas ainda combatem na região nesta quinta-feira. "É difícil saber exatamente o que está acontecendo por causa da escala dos bombardeios, mas os rebeldes ainda estão lutando", disse Mohammad Saeed, ativista baseado na cidade.

Saeed disse também que o Exército está usando caças e tanques para atingir as cidades de Hreitan e Tel Rifat, localizadas cerca de 40 quilômetros ao norte de Alepo. Elas servem de base para os rebeldes que lutam em Alepo. "Eles (o Exército) estão tentando cortar o caminho entre Alepo e Tel Rifat", disse o ativista para a Associated Press via Skype. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
SíriaviolênciaAlepo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.