Combates matam pelo menos 18 rebeldes tâmeis no Sri Lanka

Vários rebeldes tâmeis ficaram feridos em um dos combates

EFE,

09 de dezembro de 2007 | 05h23

Pelo menos 18 guerrilheiros tâmeis morreram em combates com o Exército em vários pontos do norte do Sri Lanka, assegurou neste domingo, 9, o Ministério da Defesa cingalês em vários comunicados. No instável distrito meridional de Vavuniya, 14 membros dos Tigres de Libertação da Pátria Tâmil (LTTE) morreram no sábado em dois enfrentamentos nos quais, segundo o Ministério da Defesa, as tropas cingalesas não sofreram nenhuma baixa, apesar de dois soldados terem de ser hospitalizados. Vários rebeldes tâmeis ficaram feridos em um dos combates, na região de Periyathampanai, que se registrou quando os guerrilheiros tentaram penetrar em zonas controladas pelas forças cingalesas, segundo a nota. Também no norte, em Jaffna, quatro membros dos LTTE foram abatidos pelo Exército do Sri Lanka quando tentavam romper as linhas de defesa, segundo outro comunicado oficial. Os combates entre as tropas cingalesas e os LTTE são constantes, especialmente no norte, onde a guerrilha tâmil tem sua área de influência.

Tudo o que sabemos sobre:
COMBATESSRI LANKAREBELDES

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.