Começa a faltar gás na Europa

O suprimento de gás sofreu uma queda severa um alguns países europeus, como resultado da disputa entre Rússia e Ucrânia pelo preço do combustível. Autoridades em algumas nações pediram que as indústrias passem a usar petróleo em vez de gás, e os consumidores preparam-se para uma escalada de preços.Hungria, Polônia e Áustria informam que o volume de gás bombeado a partir da Rússia, passando pela Ucrânia, caiu de 14% a 40%. O preço do gás já subiu um pouco nesta segunda-feira. Os 25 países da União Européia dependem da Rússia para suprir 25% de suas necessidades de gás natural - a maior parte disso, passando pela Ucrânia - o que leva a temores de que o impasse entre russos e ucranianos venha a gerar graves problemas para o continente.O governo alemão pediu que Rússia e Ucrânia cheguem rapidamente a um acordo para normalizar a entrega do gás.A Rússia assumiu ontem a presidência do G8, que reúne as nações mais industrializadas do mundo, e o presidente Vladimir Putin busca transformar o potencial energético de seu país em influência política.Os países da Europa Oriental, com uma dependência energética em relação à Rússia construída ao longo de 50 anos de dominação soviética, são os mais vulneráveis à atual crise.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.