Começa as eleições presidenciais na Ucrânia

Pesquisas apontam que em fevereiro deve acontecer o segundo turno no país

Efe,

17 de janeiro de 2010 | 06h49

Os colégios eleitorais da Ucrânia abriram neste domingo, 17, suas portas sem incidências destacáveis no começo da jornada de votação para escolher o novo presidente do país, informaram fontes da Comissão Eleitoral Central da antiga república soviética,

  

Os mais de 33 mil colégios eleitorais abriram às 8h (horário local 4h de Brasília) e receberão os eleitores até as 20h (16h), e logo após o começa a apuração.

  

Pouco mais de 36,5 milhões de cidadãos estão convocados às urnas para escolher entre 18 candidatos, entre eles o atual presidente, Viktor Yushchenko.

  

No entanto, os grandes favoritos são o ex-primeiro-ministro e líder do opositor e pró-russo Partido das Regiões, Viktor Yanukovich, rival de Yushchenko nas presidenciais de 2004, e a atual chefe do Governo, Yulia Timoshenko, aliada do presidente nessas eleições e agora adversária deste.

  

Segundo a Constituição ucraniana, em caso que nenhum dos candidatos conseguir mais de 50% dos sufrágios, os dois mais votados concorrem a um segundo turno.

  

Todas as pesquisas concordam em que a realização do segundo turno, em 7 de fevereiro, é inevitável.

Mais de três mil observadores estrangeiros se credenciaram perante as autoridades eleitorais para supervisionar a limpeza do pleito.

  

Imediatamente depois de concluído o processo de votação serão divulgados os resultados das pesquisas de boca-de-urna, permitidas pela lei eleitoral ucraniana.

Tudo o que sabemos sobre:
Ucrâniaeleiçõespresidente

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.