Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Começa demolição de centro juvenil na Dinamarca

Um grupo de trabalhadores iniciou na manhã desta segunda-feira, sob forte proteção policial, a demolição do centro juvenil alternativo cujo despejo de seus ocupantes, na última quinta, resultou numa série de protestos em Copenhague, capital da Dinamarca, com cerca de 650 detidos.Os operários estavam com o rosto coberto, assim como o nome da construtora que fazia os trabalhos, por temerem represálias e transgredindo as recomendações dos sindicatos dinamarqueses, que sempre encorajaram que não fossem aceitos trabalhos sob proteção policial.A seita cristã Faderhuset (Casa do pai), a quem uma sociedade intermediária vendeu o centro e seu solar após comprá-lo da Prefeitura em 2000, convocou para esta segunda-feira uma entrevista coletiva, em que era esperado o anúncio da demolição.Copenhague viveu os piores distúrbios em décadas nos últimos dias, com muitos confrontos entre jovens radicais e policiais.Dos cerca de 650 detidos, cerca de 140 são estrangeiros, em sua maioria da Alemanha, Suécia e Noruega. Outros 218 passaram à prisão preventiva.

Agencia Estado,

05 de março de 2007 | 07h24

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.