Começa distribuição de ajuda humanitária no Afeganistão

As agências internacionais de ajuda lutavam hoje contra o inverno para entregar comida, cobertores e outros produtos para os afegãos necessitados de distintas regiões do país. Um funcionário da ONU disse que o organismo mundial acredita poder restabelecer o mais rápido possível suas operações na cidade-chave de Mazar-i-Sharif, no norte afegão, que fica na fronteira com o Usbequistão. Ao mesmo tempo, o Programa Mundial de Alimentos da Organização de Ajuda Alimentar da ONU informou ter iniciado uma ponte aérea para transportar alimentos à região noroeste do Afeganistão, que faz fronteira com o Tajiquistão, onde já chegou o frio do inverno. Este foi o primeiro transporte humanitário originário do Tajiquistão. Os aviões decolaram da localidade de Faizabad, com destino ao Afeganistão, com cerca de 17 toneladas de farinha de trigo a bordo. Na região oeste, começou hoje a distribuição de alimentos e cobertores por parte da Sociedade do Crescente Vermelho do Irã. Herat é a principal cidade atendida. Falando na localidade de Termez, no Usbequistão, o coordenador-auxiliar da ONU para o Afeganistão, Antonio Donini, afirmou que o general Rashid Dostum, um dos chefes locais que conquistaram Mazar-i-Sharif no último dia 9, o havia assegurado que o pessoal de ajuda internacional poderia operar a salvo na cidade.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.