Começa julgamento contra Aung San Suu Kyi em Mianmar

Prêmio Nobel da Paz e duas mulheres foram presas após americano entrar na casa delas em Rangum

Efe,

18 de maio de 2009 | 03h16

O julgamento contra a líder do movimento pró-democracia birmanesa, Aung San Suu Kyi, por violar as condições da prisão domiciliar, começou nesta segunda-feira, 18, no presídio de segurança máxima de Insein, segundo fontes da Liga Nacional para a Democracia (LND).

 

Suu Kyi foi presa na quinta-feira passada junto às duas mulheres que vivem com ela depois que um americano entrou em sua casa de Rangum, o que lhe poderia acarretar uma pena de até cinco anos de prisão.

 

A líder da LND, prêmio Nobel da Paz, viveu sob prisão domiciliar 13 dos últimos 19 anos e sua detenção expirava no próximo dia 27 de maio, segundo o contemplado pela lei birmanesa.

Tudo o que sabemos sobre:
MianmarSuu Kyi

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.