Começa julgamento de cinco acusados de terrorismo na Alemanha

Sob fortes medidas de segurança, começou nesta terça-feira em Stuttgart, sudoeste da Alemanha, e em Munique, no sul do país, o julgamento de cinco supostos membros da organização terrorista Ansar el Islam, vinculada à Al-Qaeda.Na Audiência Territorial de Stuttgart são julgados trêsiraquianos acusados de planejar um atentado contra o entãoprimeiro-ministro iraquiano, Iyad Allawi, durante uma visita à Alemanha em dezembro de 2004.Os réus planejavam cometer o atentado contra Allawi em umencontro com um grupo de exilados iraquianos que seria realizado durante a viagem.As autoridades chegaram a essa conclusão após fazer escutas telefônicas e decidiram cancelar o encontro, o que gerou um grande nervosismo nas pessoas vigiadas.A Polícia alemã assegura que a vida de Allawi não correu nenhum perigo porque os três supostos terroristas foram detidos antes que pudessem cometer o atentado.A promotoria federal acusa Ata R., 32 anos, de ser o líder da rede Ansar el Islam na Alemanha e de manter contato com os líderes desta rede terrorista.Ata R. é acusado de tentar recrutar novos membros e arrecadar dinheiro com a ajuda dos outros dois acusados, Mazen H., de 26 anos, e Rafik E., de 31 anos.Outros dois iraquianos são julgados na Audiência Territorial de Munique. Eles são acusados de apoiar a rede terrorista Ansar el Islam arrecadando dinheiro para a execução de atentados contra as forças de ocupação americanas no Iraque.Pertencer a uma organização terrorista estrangeira é um crime previsto pelo Código Penal alemão desde 2002. Com base no novo parágrafo 129 b do Código Penal, Lokman M., membro da organização terrorista Ansar el Islam, foi condenado em janeiro em Munique a sete anos de prisão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.