Começam as eleições presidenciais na República Sérvia da Bósnia

Foram convocados 1.122.214 cidadãos para participar deste pleito antecipado

EFE,

09 de dezembro de 2007 | 05h41

Os 1.955 colégios eleitorais da República Sérvia da Bósnia abriram neste domingo, 9, suas portas às 7 horas (4 horas de Brasília) para as eleições à Presidência dessa entidade autônoma. Foram convocados 1.122.214 cidadãos para participar deste pleito antecipado, nos qual poderão escolher entre dez candidatos, embora apenas três deles tenham possibilidades reais de vitória. As eleições foram convocadas depois da morte, no dia 30 de setembro, do presidente Milan Jelic, aos 51 anos, vítima de um ataque cardíaco. Segundo as pesquisas, Rajko Kuzmanovic, de 76 anos, candidato apoiado pela governante União dos Social-democratas Independentes (SNSD), aparece com uma pequena vantagem. A campanha de Kuzmanovic, sob o lema "República Sérvia antes de tudo", pede preservação e o fortalecimento da entidade servo-bósnia frente às tentativas centralizadoras e à unidade do povo sérvio. As eleições acontecem em um ambiente de tensão após a grave crise política da qual Bósnia acaba de sair, superada por um acordo para melhorar a eficiência do Parlamento Central. Nos últimos meses, o líder bósnio muçulmano Haris Silajdzic defendeu a criação de um Estado unitário, postura que provocou protestos entre os servo-bósnios. Segundo o acordo de paz de 1995, a Bósnia é um Estado composto por duas entidades com ampla autonomia - a sérvia e a comum de muçulmanos e croatas - e tem também as instituições de poder centrais ainda frágeis. Os colégios eleitorais fecharão suas portas às 19 horas (16 horas de Brasília), e os primeiros resultados não oficiais podem ser divulgados pouco antes da meia-noite (21 horas de Brasília), informou à Efe a porta-voz da Comissão eleitoral Maksida Bajramovic.

Tudo o que sabemos sobre:
PLEITORepública Sérvia da Bósnia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.