Começam eleições municipais na Hungria

Cerca de onze mil colégios eleitoraisabriram suas portas às 06h (01h em Brasília) deste domingo para as quintas eleições municipais realizadas na Hungria depois da queda docomunismo no país.Pesquisas publicadas na última semana mostram uma clara vantagem da oposição conservadora, dirigida pelo maior partido de direita do país, o Fidesz, que tradicionalmente é mais forte nocampo e cidades menores.As formações da coalizão de esquerda, o PartidoSocialista (MSZP) e a Aliança de Democratas Livres (SZDSZ), liberais, esperam manter o poder na capital, Budapeste, dirigida há 16 anos pelo liberal Gabor Demszky. Um total de 8.166.958 cidadãos com direito a voto poderá escolher em 3.174 localidades do país os 25.063 representantes e seus respectivos prefeitos. As eleições acontecem em um ambiente político tenso, marcado pelas manifestações e atos violentos desencadeados na semana passadapor uma gravação filtrada pela imprensa na qual o primeiro-ministro, Ferenc Gyurcsany, admite ter mentido para a população. A praça Kossuth, onde se encontra o Parlamento húngaro, continua sendo cenário de manifestações de opositores ao governo que pedem arenúncia do social-democrata Gyurcsany. A votação será encerrada às 19h (14h em Brasília) e espera-se que o Escritório Nacional de Eleições (OVI) publique os primeiros resultados depois das 23h (18h em Brasília).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.