Comédia americana é ?ato de guerra?, diz Coreia do Norte

Um porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Coreia do Norte ameaçou os EUA por meio da mídia estatal se o governo norte-americano não bloquear o lançamento de uma comédia sobre um complô para assinar o ditador Kim Jong Un.

AE, Agência Estado

25 de junho de 2014 | 12h29

Segundo a mídia estatal, o porta-voz não identificado do Ministério disse que se os EUA lançarem o filme, isso seria considerado um "ato de guerra". E ameaçou: "lancem este filme e enfrentarão uma retaliação impiedosa".

No filme "The Interview", previsto para ser lançado no segundo semestre, Seth Rogen e James Franco se envolvem em um plano para assassinar o ditador.

Sem imprensa independente, a Coreia do Norte muitas vezes atribui aos governos estrangeiros a responsabilidade pelo que é veiculado em suas mídias. Pyongyang regularmente adverte Seul para prevenir que não zombem de seu líder. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Coreia do NorteEUAfilme

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.