AP Photo / Moises Castillo
AP Photo / Moises Castillo

Comediante vence primeiro turno das eleições na Guatemala

Jimmy Morales obteve cerca de 24% dos votos e disputará segundo turno com o empresário Manuel Baldizón ou a ex-primeira-dama Sandra Torres

O Estado de S. Paulo

07 Setembro 2015 | 15h14

CIDADE DA GUATEMALA - Com apenas 5% das urnas a serem apuradas, o comediante evangélico Jimmy Morales venceu o primeiro turno das eleições para a presidência da Guatemala realizado ontem. Morales, da aliança de oposição Frente de Convergência Nacional (FCN), registrou 1.147.645 votos, que representam 24,42% do total.

O adversário de Morales ainda não está decidido. Brigam pelo posto o empresário Manuel Baldizón e a ex-primeira-dama da Guatemala Sandra Torres. Baldizón, do partido Liberdade Democrática Renovada (Lider), tem 912.143 votos (19,41%) contra 897.653 (19,10%) de Sandra.

O segundo turno, que acontecerá no dia 25 de outubro, prolonga a incerteza política poucos dias depois de um escândalo de corrupção derrubar o presidente.

Otto Pérez Molina renunciou à Presidência na quinta-feira e passou o dia da votação na prisão. No momento, um juiz estuda se o acusa de esquema de extorsão alfandegária, responsável por mergulhar o país em sua pior crise política em duas décadas.

Morales, de 46 anos, dominou a reta final da campanha eleitoral, sustentado pela revolta dos eleitores com a corrupção e ajudado pelo slogan “nem corrupto, nem ladrão”, que ecoou junto aos eleitores. /REUTERS e EFE

Mais conteúdo sobre:
Guatemala eleições corrupção

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.