Comércio de Cuba pára de aceitar dólares

Numa tentativa de libertar sua economia comunista da moeda americana, o governo de Cuba informa que dólares não serão mais aceitos nas lojas e empresas da ilha, na mais dramática mudança comercial imposta ao país em mais de dez anos. A resolução do Banco Central cubano parece destinada a buscar novas fontes de moeda estrangeira e resgatar o controle sobre a economia. O governo dos EUA recentemente dificultou a remessa de dólares a Cuba. "A partir de 8 de novembro, o peso conversível passará a circular em substituição ao dólar em todo o território nacional", diz mensagem por escrito de Fidel Castro, pedindo aos cubanos que têm parentes no exterior que passem a pedir dinheiro em euros, libras britânicas e francos suíços.

Agencia Estado,

26 Outubro 2004 | 13h41

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.