Comício de ex-jogador de críquete e líder de oposição atrai dezenas de milhares no Paquistão

Apoio ao Movimento pela Justiça, de Imran Khan, tem aumentado nos últimos meses e ex-jogador conquistou outros políticos.

BBC Brasil, BBC

25 de dezembro de 2011 | 15h52

Dezenas de milhares de pessoas se reuniram neste domingo em Karachi, no sul do Paquistão, para o comício do ex-jogador de críquete que entrou para a polícia, Imran Khan.

Khan já está na política paquistanesa há vários anos e lidera a oposição com o Moivmento pela Justiça, no entanto, ele tem conseguido cada vez mais apoio recentemente.

Correspondentes afirmam que o ex-jogador de críquete está aproveitando a onda de decepção que se espalha principalmente na classe média urbana do país.

Segundo o correspondente da BBC no comício, Aleem Maqbool, o participantes levaram cartazes, faixas e usaram camisetas com a palavra "esperança", que lembrava a campanha presidencial que levou o presidente americano, Barack Obama, à vitória.

"Estou muito otimista, Imran Khan tem o poder para trazer a mudança que precisamos tanto, pois nosso país não pode sobreviver sem uma liderança justa", disse à BBC um partidário de Khan. "Não importa se ele é um jogador de críquete ou qualquer outra coisa. O que quer que ele seja, ele não é um diplomata, não é um mentiroso."

A próxima eleição geral no Paquistão deve ocorrer em 2013.

Partidos

Apesar do sucesso do último comício neste domingo, o correspondente da BBC em Karachi afirma que Khan ainda precisa trabalhar muito para esclarecer exatamente qual é a sua política e se ele realmente tem a habilidade necessária para liderar o Paquistão.

Os dois partidos principais do país, o PPP e o PML-N ainda são muito fortes.

Mas, uma política que Imran Khan e o Movimento Pela Justiça já esclareceram é que eles são contra os ataques de aeronaves não tripuladas dos Estados Unidos contra militantes que estão dentro do território paquistanês.

Khan também afirma que a ajuda estrangeira está aumentando a corrupção no país e deve ser suspensa.

Recentemente, o Movimento pela Justiça ganhou a adesão de políticos de destaque no país, como Shah Mahmood Qureshi, do PPP, e Javed Hashmi do PML-N.

E, em um comício em outubro em Lahore, dezenas de milhares de pessoas também compareceram. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Tudo o que sabemos sobre:
alsoimran khanpaquistão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.