Comissão afegã confirma presidente, mas não diz votos

A comissão eleitoral do Afeganistão nomeou Ashraf Ghani Ahmadzai o vencedor da eleição presidencial do país. Os números finais da contagem de votos, porém, não foram divulgados.

Estadão Conteúdo

21 de setembro de 2014 | 11h21

O anúncio neste domingo ocorreu horas depois que Ghani Ahmadzai assinou um acordo de divisão de poderes com seu oponente nas eleições Abdullah Abdullah, que vai preencher a posição de chefe executivo do governo.

Um apoiador de Ghani Ahmadzai, o ex-governador Halim Fidai, disse neste domingo que um representante das Nações Unidas pediu que a comissão não divulgasse informações detalhadas sobre os votos recebidos pelos candidatos.

A decisão marca o medo de reações violentas mesmo depois do acordo. Uma autoridade dos Estados Unidos afirmou que a contagem de votos foi transparente, mas deve ser divulgada de forma lenta por conta do temor de violência. A autoridade insistiu no anonimato porque não foi autorizada a falar publicamente. Fonte: Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.