Comissão australiana aprova oferta da BHP por Rio Tinto

A mineradora australiana BHP Billiton removeu mais um obstáculo em seu esforço para obter aprovação dos órgãos reguladores à oferta de US$ 119 bilhões pela Rio Tinto, com a declaração da Comissão Australiana do Consumidor e da Concorrência (ACCC, na sigla em inglês) de que não vai se opor ao negócio. Agora, a decisão da Comissão Européia, que deve sair em 15 de janeiro, constitui a última barreira regulatória importante à oferta, toda em ações, que foi rejeitada pela Rio Tinto.A notícia fez as ações da Rio Tinto dispararem na Bolsa de Sydney, onde fecharam com alta de 12,43%, a 95 dólares australianos. As da BHB subiram 5,65% e fecharam a 32,75 dólares australianos. "Embora preocupações significativas tenham sido levantadas pelas partes interessadas na Austrália e no exterior, a ACCC concluiu que a aquisição proposta provavelmente não reduzirá de forma substancial a concorrência em nenhum mercado relevante", disse, num comunicado, o presidente da ACCC, Graeme Samuel.Anteriormente, a Comissão havia identificado o minério de ferro como uma área preocupante, mas nesta quarta-feira disse que houve novas entradas significativas e expansão no setor. "A investigação mostrou ser improvável que a empresa resultante limite sua oferta de minério de ferro, dada a incerteza que ela enfrentaria em relação à lucratividade desta estratégia e ao risco de que a limitação da oferta estimulasse ampliações por parte dos atuais e de novos fornecedores, bem como o patrocínio de fornecedores alternativos pelas siderúrgicas", declarou Samuel. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.