Comissão de Direitos Humanos da ONU condena Israel

A Comissão de Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas emitiu três condenações contra Israel, devido às ações do Exército do Estado judeu contra os palestinos e à ocupação das Colinas do Golã, pertencentes à Síria. Por 31 votos a sete, a comissão da ONU apoiou uma resolução condenando as violações aos direitos humanos cometidas nos territórios palestinos ocupados, inclusive assassinatos "seletivos", bombardeio de áreas civis, imposição de bloqueios, demolição de casas e inutilização de terras cultiváveis.A resolução aprovada pela comissão de 53 países também contém críticas à construção da barreira de segurança, um emaranhado de muros, cercas e trincheiras que Israel vem erigindo na Cisjordânia. O texto da resolução denuncia que a barreira de segurança representa um transtorno para milhares de palestinos, pois impede que as pessoas afetadas consigam ir ao trabalho, à escola e até mesmo às suas próprias terras.Os países condenados pela Comissão de Direitos Humanos da ONU não estão sujeitos a punições, mas a maioria dos governos pressiona os 53 membros do comitê para evitar esse tipo de censura. Richard Williamson, embaixador americano que lidera a delegação dos EUA na comissão, queixou-se que a resolução "ignora o fato que as ações israelenses ocorrem no contexto de ataques terroristas palestinos contra civis israelenses".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.