Comissão eleitoral vai anular votos de 447 seções afegãs

As autoridades afegãs informaram hoje que irão desconsiderar votos de cerca de 447 locais de votações em todo o Afeganistão em função de alegações de fraudes durante a eleição presidencial, ocorridas em 20 de agosto. Aos poucos, a comissão eleitoral está divulgando os resultados da eleição. O chefe da Comissão Independente de Eleição, Daoud Ali Najafi, não disse quantos votos foram afetados pelas alegações de fraude.

AE-AP, Agencia Estado

06 de setembro de 2009 | 14h12

Os dados mais recentes mostram que o presidente Hamid Jarzai está próximo da maioria total, com 48,6% dos votos válidos. O seu principal oponente, Abdullah Abdullah possui 30,7% dos votos. Os números são baseados na apuração de 75% das urnas do país. Os resultados não serão finalizados até o final do mês, depois que as alegações de fraudes tenham sido investigadas.

Tudo o que sabemos sobre:
eleiçãoAfeganistão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.