Comissão Européia responde a críticas de Sharon

A Comissão Européia rejeitou as críticas do primeiro-ministro Ariel Sharon ao quarteto de países constituído pelos EUA, ONU, União Européia (UE) e Rússia para favorecer uma solução do conflito no Oriente Médio. "Nós (os europeus) continuamos achando que o quarteto continua sendo um instrumento muito útil para tentar encontrar uma solução para a situação atual, os massacres e os assassinatos que se cometem na região", disse o porta-voz do comissariado da UE para as Relações Exteriores, Chris Patten.Em uma entrevista ao semanário americano Newsweek, Sharon disse que o quarteto "não é nada" e que não deve ser levado a sério. O premier antecipou que "outro plano está por começar". Na entrevista à revista Newsweek, Sharon acusou a Europa de não entender que para se chegar à paz "Yasser Arafat tem deser removido de sua posição de influência".Grandes Acontecimentos InternacionaisESPECIAL ORIENTE MÉDIO

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.