Comissária de Direitos Humanos fica na ONU

A chefe da Comissão de Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas (ONU), Mary Robinson abandonou sua decisão de renunciar ao cargo, e pediu a extensão de seu atual mandato por um ano, informaram nesta segunda-feira funcionários da instituição e grupos de defesa dos direitos humanos. Há apenas duas semanas, Robinson havia declarado que abandonaria seu posto como alta comissária da ONU para Direitos Humanos ao fim de seu mandato de quatro anos, em setembro de 2001. Ela disse que poderia ser mais útil fora das barreiras impostas pelo sistema das Nações Unidas.Mas, de acordo com funcionários da ONU, houve muita lamentação por sua iminente partida e Robinson decidiu pedir a extensão de seu mandato.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.