Comitê avalia se retenção de papéis pelo governo americano foi ilegal

A comissão federal que investiga osataques de 11 de setembro de 2001 contra os Estados Unidos vaideterminar esta semana se os milhares de documentos secretossobre contraterrorismo do governo Bill Clinton foram retidosilegalmente pelos assessores do presidente George W. Bush. A administração Bush só entregou os papéis à comissão nasexta-feira, depois de o assessor jurídico de Clinton, BruceLindsey, ter revelado que os altos funcionários não haviamapresentado todo o material que fora solicitado. A Casa Brancaalegou que os documentos que estavam retidos eram duplicatas oualtamente secretos. Enquanto isso, o comitê de reeleição de Bush informou terarrecadado mais de US$ 182 milhões - mais que qualquer campanhana história do país -, consolidando boa vantagem sobre JohnKerry, o candidato democrata. Kerry teria reunido cerca de umterço desse valor.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.