Dale de la Rey/AFP Photo
Dale de la Rey/AFP Photo

Comitê elege primeira mulher líder de Hong Kong

Servidora pública, Carrie Lam teve o apoio do poder central de Pequim

O Estado de S.Paulo

26 de março de 2017 | 03h38

HONG KONG - Um comitê eleitoral de 1.194 membros Hong Kong escolheu a ex-número dois do governo Carrie Lam para ser a próxima líder da cidade semiautônoma. O pleito ocorreu neste domingo, 26. Ela é a primeira mulher a assumir o cargo desde que o fim do controle colonial britânico, em 1997.

A vitória dela não foi surpresa para os analistas locais, uma vez que o Partido Comunista da China fez campanha para ela no comitê.

Ativistas pró-democracia criticaram o sistema, a quem chamaram de "falso". O processo eleitoral se dá em um contexto de divisão política no território, preocupado com sua perda de independência frente à China continental.

Lan venceu com 777 votos, enquanto o ex-secretário de finanças John Tsang obteve 365 e o juiz aposentado Woo Kwok-hing teve 21. / ASSOCIATED PRESS E AFP

Tudo o que sabemos sobre:
HONG KONGChinaLanASSOCIATED PRESS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.