AP Photo/John Minchillo
AP Photo/John Minchillo

Partido Republicano vê Trump como ‘provável indicado’ para ser candidato a presidente

Ele ainda afirmou que partido precisa se unir e focar em derrotar Hillary Clinton. Após desistência de Cruz, John Kasich também anunciou saída da disputa republicana

O Estado de S. Paulo

04 Maio 2016 | 09h22

WASHINGTON - O presidente do Comitê Nacional Republicano dos EUA, Reince Priebus, publicou na terça-feira uma mensagem em sua conta no Twitter na qual reconheceu que o magnata Donald Trump é o "provável indicado" para ser candidato a presidente após a desistência de Ted Cruz e pediu unidade aos conservadores.

"Donald Trump será o provável indicado do Partido Republicano, devemos nos unir e nos focar em derrotar (a pré-candidata democrata) Hillary Clinton", afirma a mensagem de Priebus, acompanhada da hashtag #NeverClinton (Clinton Jamais).

Priebus foi um dos primeiros a reagir à suspensão da campanha do que até agora havia sido o grande rival e durante vários meses a única alternativa real a Trump: o senador pelo Texas Ted Cruz. Ele abandonou a corrida após sofrer uma dura derrota para o milionário nas primárias realizadas em Indiana.

"Demos tudo o que tínhamos em Indiana, mas esta noite, os eleitores escolheram outro caminho. Por isso, suspendemos nossa campanha", anunciou Cruz, que apareceu acompanhado de sua esposa Heidi e suas duas filhas, e foi apresentado pela também ex-pré-candidata presidencial Carly Fiorina, a quem havia convidado para ser sua vice-presidente.

Após sua vitória em Indiana, Trump está a menos de 200 delegados de conseguir a indicação de forma matemática. Ainda faltam votar Estados populosos como Califórnia e New Jersey, e evitar assim chegar à Convenção Republicana de julho sem os delegados suficientes, o que abriria o caminho para uma convenção disputada. /EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.