Comitê pede libertação de seis jornalistas birmaneses

O Comitê para Proteção de Jornalistas festejou nesta sexta-feira a libertação do jornalista birmanês Thaung Tun, mas pediu à Junta Militar de Mianmar a libertação dos outros seis profissionais que permanecem presos."Os líderes militares birmaneses falam continuamente da que opaís se aproxima da democracia. A libertação dos jornalistas quecontinuam em cativeiro será um passo significativo nessa direção", disse o Comitê em comunicado.Thaung Tun, jornalista e escritor, foi condenado em outubro de1999 a oito anos de prisão por participar da produção de um vídeo sobre as dificuldades cotidianas da população.Na quarta-feira passada, Thaung Tun foi libertado. Ele foiincluído na lista dos cerca de 2.800 presos comuns anistiados pelo governo militar, na comemoração dos 59 anos da independência do país.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.